Necessidade e desejo: qual é a diferença no marketing digital?

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Compreender as diferenças entre os conceitos de necessidade e desejo vai garantir muito mais eficiência às suas estratégias de marketing digital

Quem de nós nunca se convenceu de que necessidade e desejo eram conceitos desnecessários só para podermos comprar algo que não precisávamos sem nos sentirmos culpados?

A premissa é simples: você precisa de água, mas a sua sede é de uma Coca-Cola bem gelada, e você se convence de que o seu desejo é capaz de sanar a sua necessidade quando, na realidade, essa é só uma ilusão criada pelo mercado para você consumir mais daquilo que, de fato, ele quer que você consuma.

De smartphones a roupas e de computadores a carros, o ser humano tem a cada dia mais deixado de lado a sua natureza para satisfazer vontades criadas e alimentadas por uma indústria capaz de gerar a carência de absolutamente qualquer produto ou serviço: o marketing digital.

Quer entender melhor? Então vem com a gente!

Necessidades e desejos: a carência do que não é essencial

O investimento de uma empresa nas ações de marketing deve passar necessariamente pelo entendimento do seu potencial público consumidor e, para isso, é necessário compreender suas vontades, metas, motivações, preferências e tudo aquilo o que pode gerar valor agregado de acordo com cada perfil.

Segundo Kotler e Armstrong:

“Necessidades humanas são situações de privação percebida. Elas incluem necessidades físicas básicas de comida, roupa, abrigo e segurança; necessidades sociais, de pertencer a um grupo e de afeto; e necessidades individuais de conhecimento e autoexpressão. Os profissionais de marketing não criam necessidades, elas são elementos básicos da condição humana.” (KOTLER e ARMSTRONG, 2015, p. 5).

“Desejos são a forma que as necessidades humanas assumem quando são moldadas pela cultura e pela personalidade individual. (…) Os desejos são moldados por uma sociedade e descritos em termos de objetos que satisfarão necessidades. Quando apoiados pelo poder de compra, os desejos tornam-se demandas.” (KOTLER e ARMSTRONG, 2015, p. 5).

Portanto, de maneira resumida, necessidade é aquilo intrínseco à vivência do ser humano, algo que não pode ser criado e que, dessa maneira, é indispensável. Já o desejo, é algo que pode ser manipulado não apenas por ações de marketing mas, também, moldado pela cultura e a própria personalidade do consumidor.

Simples de compreender, não?!

E então, está pronto para explorar as necessidades do seu consumidor e estimular nele desejos que ele jamais pensaria em ter? Venha falar com a gente! Nós podemos te ajudar a fazer o público amar tudo o que você tiver a oferecer!

Basta clicar agora mesmo no botão verde que aparece no canto inferior direito da sua tela.

Seu público te espera!

5/5 - (1 vote)

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
As vantagens do marketing digital vão agregar grandes resultados financeiros…