Nosso Artigo

Diferença entre persona e público-alvo: foque em quem realmente compra!

Diferença entre público alvo e persona

2 diferenças entre persona e público-alvo que você precisa saber para acertar em cheio os seus compradores ideais!

Já chega de mirar no lucro e atingir a mesma coisa de sempre, não? O artigo de hoje é para quem não se contenta com o básico, quem está sempre se atualizando e, o mais importante de tudo, para quem quer realmente acertar na hora de tracionar suas vendas.

Mas, para dar o próximo passo na corrida para conquistar mais clientes, não basta você dar todos os seus esforços, afinal, mesmo com todas as suas forças e afinco voltados para um público, de nada adianta se as pessoas que realmente querem e podem comprar não estão sendo contempladas.

Contudo, já vamos adiantar que o seu comprador ideal e o seu público-alvo são coisas diferentes… e a diferença também é de dinheiro, afinal, um talvez compre o seu produto ou serviço, e o outro com certeza vai comprar.

Sentiu a diferença? Quer saber como encontrar esse comprador ideal? 

É exatamente com esse objetivo que estamos aqui, pois essa é a diferença entre persona e público-alvo, e vamos te contar os 2 aspectos que você precisa saber sobre essa questão para encontrar as pessoas que vão fechar uma venda!

2 diferenças entre persona e público-alvo que vão te ajudar a encontrar os compradores ideais!

Finalmente, vamos falar sobre as 2 diferenças entre persona e público-alvo que você precisa saber o quanto antes para atingir os resultados que a sua empresa realmente merece!

Específico versus Geral

A principal diferença entre persona e público-alvo — e a que rege as demais — é a especificidade, afinal, quando falamos em persona, estamos falando do seu comprador ideal, uma pessoa que possui um gosto em particular, já o público-alvo não necessariamente é tão pontual assim.

Por exemplo, Bob, sua persona, ama cuidar de tulipas, já o seu público-alvo gosta de jardinagem. 

“Cuidar de tulipas” está dentro das possibilidades de uma pessoa com interesse em jardinagem, mas, se você falar sobre tulipas ao invés de assuntos gerais sobre jardim, é muito mais provável que Bob seja imediatamente atraído e queira a sua solução.

Ter um alvo claro é melhor do que tentar “abraçar o mundo”

Assim como já introduzimos ao falarmos do Bob, se você quiser que ele se interesse pelo que tem a oferecer e compre, por exemplo, o seu fertilizante, falar sobre os benefícios deles para tulipas é uma boa estratégia, não?

Essa é a diferença entre persona e público-alvo! Apesar de falar de jardinagem pode, sim, atrair o Bob, quando você aborda os desejos e interesses dele em especial, a chance dele fechar uma venda é maior!

Mas, apostamos que você não vê esse Bob como um potencial cliente seu, certo? 

Contudo, a sua persona é o cliente ideal do seu negócio, ou seja, você precisa construí-lo para conseguir ter mais assertividade não apenas na busca de novos clientes como, também, na abordagem deles e em que pontos “cutucar” para que ele se sinta tentado a fechar a venda.

E se você precisar de ajuda para fazer a sua própria persona e conseguir atingir as pessoas que realmente querem comprar de você, venha falar com a gente!

Basta apertar o botão verde que aparece no canto inferior direito da sua tela e entrar em contato com um estrategista!

Bom… as pessoas que querem comprar de você estão por aí, agora, cabe a você tomar a decisão que vai ser capaz de encontrá-las!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on whatsapp

Posts Recentes:

Recomendado só para você!
Entender como definir público-alvo da maneira certa para o seu…
Abrir Chat
Olá, gostaria de falar com a gente, sem compromisso, sobre a estratégia ideal para o seu negócio?